Londres

Londres é capital e maior cidade do Reino Unido, tendo sido fundada por romanos em 43 d.C., durante o auge da expansão do Império Romano. Sobreviveu ao longo dos séculos, transformando-se em uma das cidades mais prósperas e globalizadas do mundo. É considerada um dos destinos mais ricos nas áreas da cultura, moda, entretenimento e história do continente europeu. Entre casamentos reais, coroações e a nostalgia de ter sido capital do maior império que já existiu no planeta, quem viajar para Londres poderá desfrutar de atrações imperdíveis, nas mais diversas áreas, com passeios para todos os gostos e idades.

A capital britânica concentra um dos maiores acervos de arte e cultura em seus museus, além de teatros, incríveis edifícios dos mais variados estilos arquitetônicos, bares animados, restaurantes com comidas de todas as partes do planeta. Com mais de oito milhões de habitantes, uma fantástica rede de transporte e serviços de qualidade, é fácil explorar suas centenas de atrações.

Londres é uma das atrações mais procuradas de qualquer viajante que pretende conhecer a Europa e recebe mais de 20 milhões de turistas por ano. A capital inglesa é um dos pontos mais importantes e influentes centros financeiros do mundo, o que a torna, uma forte influente na política, finanças, educação, entretenimento, mídia, moda, artes e cultura.

Simbolizada pelos ônibus vermelho e construções icônicas, como o inconfundível Big Ben, Londres é uma cidade que tem uma forte identidade local e encanta os turistas que a visitam. Mesmo sendo considerado um destino caro, a cidade oferece tantas opções de acomodações e restaurantes que é possível encontrar atrações para todos os bolsos. Veja aqui alguns dos lugares para conhecer em Londres.

O que fazer em Londres

Big Ben e Palácio do Parlamento

Sede do poder político da monarquia inglesa, o Palácio do Parlamento é um dos prédios mais emblemáticos da cidade. Localizado às margens do rio Tâmisa, ganhou notoriedade mundial por sediar o relógio mais famoso do mundo. O Big Ben é o nome do sino abrigado dentro da Torre Elizabeth. Tem fácil acesso pelo metrô e fica em uma das regiões mais gostosas da cidade para se explorar a pé.

Foi construído em 1859 e marcou o auge da Era Vitoriana, simbolizando a pontualidade britânica e ditando o tempo e o ritmo da maior potência mundial da época. Sua estrutura vem passando por um processo de reforma.

Palácio de Buckingham

Apesar de ter sido eleito pelos britânicos como sendo um dos prédios mais feios da cidade, este grande palácio é a residência oficial do monarca do Reino Unido. Muito procurado por turistas que desejam ver a troca da guarda, o local também costuma ser aberto durante os meses de verão para visitação pública. Seu interior contém uma grande variedade de obras de arte e mobílias centenárias.

O palácio fica de frente para uma bonita praça onde está a estátua da Rainha Vitória, a monarca que coroou o edifício como sede do poder real, além de ter levado a Inglaterra a liderança global, durante seu reinado.

London Eye

Esta sensacional roda gigante permite que os visitantes tenham uma visão única da cidade. A vista, às margens do rio Tâmisa, permite apreciar o skyline diferenciado da capital, que reúne prédios centenários com modernos centros empresariais. A visita durante o dia e a noite proporcionam experiências diferentes e, quem estiver com tempo, vale experimentar dos dois jeitos.

Museu de História Natural

Para além de uma surpreendente exposição de dinossauros, o Natural History Museum apresenta uma das maiores e mais raras coleções do mundo sobre o Reino Animal. Uma réplica de baleia azul em tamanho real, esqueletos de dinossauros gigantes e uma aranha de 40 milhões de anos são apenas exemplos do que você poderá encontrar. Sem falar que o próprio edifício é de tirar o fôlego.

Torre de Londres

Uma das principais fortalezas da cidade, esta torre guarda inúmeras histórias e um rico acervo sobre o passado da cidade. Vale a pena fazer a visita guiada, que acontece em vários horários ao longo do dia e introduz os visitantes ao passado do local, com os seus famosos prisioneiros reais. Em seu interior é possível conhecer as magníficas jóias da coroa britânica, além de percorrer labirintos e salas que mostram como era a vida em Londres durante a Idade Média.

National Gallery e Trafalgar Square

Unindo dois pontos turísticos em um, não dá para deixar de apreciar a vista da Trafalgar Square, uma das principais praças da cidade. Foi nomeada e modelada para celebrar a vitória da marinha britânica contra Napoleão Bonaparte. Apesar da desvantagem numérica da frota inglesa, as táticas de guerra usadas pelo Almirante Nelson reverteram o jogo. Ele é homenageado com uma grande coluna no centro da praça.

Cercada de lojas, restaurantes e casas de chá, vale dar atenção a um dos mais completos museus do país, a National Gallery. Cobrindo inúmeros movimentos artísticos como o romantismo, cubismo, classicismo, arte moderna e muito mais, é um dos principais pólos culturais da cidade. Vale a pena explorar as obras de artistas renomados como Monet, Manet, Van Gogh, Renoir e vários outros.

Museu Britânico

Já para os apaixonados por história, o Museu Britânico é o lar de um dos maiores e mais diversificados acervos do planeta. Com peças arqueológicas dos sumérios, egípcios, chineses e de várias civilizações, permite um mergulho no passado da humanidade como nenhum outro museu. Tal como o Louvre, em Paris, França, é ideal reservar um grande período do dia para poder apreciar de maneira apropriada suas peças e obras.

Hyde Park

Entre os inúmeros parques da cidade, este é, talvez, o mais famoso da capital britânica. Para relaxar, realizar piqueniques, deitar à sombra de uma árvore ou praticar esportes, esta é a melhor pedida. O Hyde Park fica próximo de vários marcos importantes da cidade, como a rua The Mall e o Palácio de Buckingham. Seu lago, seus belíssimos e coloridos jardins e o gramado sempre bem cuidado e aparado são um convite para relaxar ao final do dia.

Abadia de Westminster

Conheça o local onde os monarcas britânicos são coroados e sepultados. Esta magnífica igreja é um dos templos mais importantes da nação, guardando as criptas das personalidades e gênios da história inglesa. Sua magnífica estrutura ergue-se imponente e fica a poucos metros do Palácio do Parlamento e do Big Ben.

Catedral de St. Paul

Considerada o principal templo da Igreja Anglicana, a Catedral de St. Paul é o símbolo da resistência de Londres, tendo sido bombardeada durante a Segunda Guerra Mundial. Foi reconstruída usando parte dos materiais originais e seu interior reserva um impressionante acervo de obras de arte sacra. O áudio tour oferecido para aluguel introduz os visitantes às particularidades do edifício e permite conhecer mais de sua história.

É possível subir até o topo de sua cúpula e ter uma vista panorâmica de Londres, em 360°. Apesar dos inúmeros degraus, a vista e as fotos compensam o sacrifício.

Ponte da Torre

Uma das pontes mais famosas do planeta, a Ponte da Torre é um marco da capital britânica. Inaugurada em 1894, resolveu dois problemas de tráfego na cidade: o do intenso aumento de carruagens e carros circulando nas vias e o aumento do tamanho dos navios no rio Tâmisa. Seu mecanismo levadiço permite a passagens de grandes embarcações. É possível subir em uma das torres, onde há uma exposição sobre suas construções e história. A vista do topo rende ótimas fotos.

Quando ir

Londres é famosa por seu tempo instável e chuvoso, motivo de piadas por toda a Europa. Por isso mesmo, é sempre bom viajar com guarda-chuva e ao menos um casaco em mãos, para evitar imprevistos. A época mais recomendada para curtir a cidade em seu melhor clima é entre os meses de maio a outubro.

Como chegar

A maneira mais fácil de chegar em Londres é por meio de seus dois aeroportos mais movimentados: Aeroporto Internacional de Heathrow (LHR) e Aeroporto de Gatwick (LGW). Além disso, caso esteja vindo da Europa continental, é possível embarcar no Eurostar, o trem que conecta a cidade de Paris à Dover, pelo Eurotúnel. Também é possível pegar o trem em Bruxelas.