Austrália

Imersão cultural, aventuras cosmopolitas e refúgios de luxo, a diversidade da Austrália proporciona experiências cativantes de todos os tipos.

Praias remotas fazem fronteiras com florestas pré-históricas, desertos são varridos pelo vento que sopra em cidades rústicas, onde moradores conversam sobre arte e política em pubs. Cidades costeiras ganham vida com as imagens e sons da cultura e gastronomia local, e adormecem ao som da maravilhosa e intrigante vida selvagem.

Dividida em seis estados e dois territórios, a Austrália tem muitas experiências emocionantes para oferecer. Em New South Wales, estado mais antigo do país, Sydney brilha com seus marcos incríveis. Victoria, o menor estado do continente, é o lar de Melbourne, “a cidade mais habitável” do mundo.

Uma fuga para a Tasmânia é certeza de uma experiência de vida selvagem sem limites, com cangurus e wallaby em seu habitat natural. Queensland, o mais tropical de todos os estados, Brisbane, Gold Coast e a Grande Barreira de Corais, todos eles são locais perfeitos para banhos de sol.

Principais cidades

Sydney

Por ser a mais famosa e conhecida cidade da Austrália, muitos se confundem achando que esta é a capital do país – o que é um erro, pois a capital é Camberra. De qualquer forma, visitá-la é praticamente uma obrigação, já que é casa da simbólica Sydney Opera House e é a cidade ícone da terra dos cangurus.

Seja em qual época do ano for, os destaques de Sydney sempre estarão prontos para te surpreender. Não será difícil encontrar pessoas praticando esportes, se exercitando nas ruas, além de possuir uma atmosfera leve, bairros arborizados, transporte eficiente e uma brisa marítima deliciosa ao visitar a região de Circular Quay.

Sydney possui algumas das mais hospitaleiras e pitorescas praias na Austrália. Quer esteja buscando praia para surf, para relaxar com a família ou se exercitar com amigos, os quilômetros de areia e uma variedade de restaurantes na beira da praia, fazem de Sydney uma cidade que se pode explorar em qualquer época do ano. Se você tem alguns dias para explorar Sydney, não deixe de conferir o que fazer em Sydney sem gastar nada.

Gold Coast

Conhecida por ser o paraíso dos surfistas, com belíssimas praias e uma atmosfera excitante, a cidade de Gold Coast é um dos destinos mais cobiçados da Austrália. São mais de 30 praias que tornam a cidade paradisíaca. Mas, não é somente pelas praias que Gold Coast se tornou um destino tão popular, e sim a oferta de inúmeras atividades que vão desde parques temáticos, até parques naturais de beleza sem igual.

Com 300 dias de sol durante o ano, Gold Coast tem um clima extremamente convidativo, principalmente para os brasileiros que amam dias ao ar livre, na praia, fazendo caminhadas e conhecendo os diversos pontos turísticos da cidade.

E, se você é surfista ou ama o esporte, Gold Coast sedia campeonatos mundiais de surf e possui uma das praias mais famosas do mundo – a Surfers Paradise. Não tem como não se apaixonar por essa cidade!

Melbourne

Uma cidade cosmopolita que não perde seu charme e elegância: essa é Melbourne. Segunda maior cidade da Austrália e, um dos centros de negócios do país, Melbourne esbanja cultura, organização e possui uma atmosfera bastante plural.

Encontre cafés e restaurantes para todos os gostos, pessoas de todo o mundo, e uma mistura do moderno com o clássico, que tornam Melbourne uma das melhores cidades do mundo para se viver.

Os australianos amam esportes ao ar livre e Melbourne não fica atrás. Existem muitos parques pela cidade e ótimos lugares para praticar atividades ao ar livre, além de bons campos de golfe. Também sedia alguns dos eventos esportivos mais importantes do país, como a Fórmula 1 e o Aberto de Tênis.

Melbourne possui um transporte público bem integrado e organizado, podendo te levar para qualquer canto da cidade com facilidade. Fica a poucas horas de vários lugares incríveis da Austrália, como a Bells Beach, a praia famosa entre os surfistas e que recebe campeonato de surf, e os 12 Apóstolos, formação rochosa que é um dos cartões postais do país.

O que fazer

Sydney Opera House

Este é sem dúvidas um dos símbolos da Austrália. Ir até o país e não visitá-la é como se não tivesse pisado na Austrália. Inaugurada em 1973, a Sydney Opera House é um incrível trabalho arquitetônico do século 20, que traz criatividade e inovação em forma de arquitetura e design.

Observá-la pessoalmente é sentir que realmente se está em terras australianas. Contemplar sua beleza e significado é, sem dúvidas, uma experiência e tanto. E quem sabe você não assiste uma bela ópera neste ícone mundial em sua passagem por Sydney?

Grande Barreira de Corais

Uma das sete maravilhas naturais do mundo e um dos mais importantes presentes naturais da Austrália, a Grande Barreira de Corais é a maior estrutura do mundo feita unicamente por organismos vivos e abençoada com uma beleza de tirar o fôlego. O seu tamanho e extensão permitem que seja vista do espaço.

A barreira contêm grande abundância de vida marinha e compreende mais de 3.000 sistemas individuais de corais e ilhotas e, literalmente, centenas de ilhas tropicais com maravilhosas praias.

Justamente por sua beleza natural indescritível, a Grande Barreira de Corais se tornou um destino muito popular entre os turistas. Se você for visitá-la, terá uma experiência única em sua viagem, com a possibilidade de mergulhar em sua imensidão azul e desfrutar de uma beleza marinha inigualável.

A lua de mel é um momento especial na vida de qualquer casal, e não há nada melhor do que comemorar cercado pelo oceano azul do Pacífico e pelas fascinantes paisagens da Grande Barreira de Corais combinados com privacidade, serenidade e luxo.

12 Apóstolos

Com uma vista de tirar o fôlego, os 12 Apóstolos estão localizados na costa australiana do estado de Victoria e enchem os olhos com suas imensas estruturas. Ver o pôr-do-sol, escutando o barulho do mar batendo nas rochas, é uma experiência sem igual de contato com a natureza.

Os 12 Apóstolos são colunas de arenito no Oceano Antártico que ficam no Port Campbell National Park. Segundo o site oficial da Austrália, essas colunas são guardiões de um mundo ancestral. Há milhões de anos estavam presas aos penhascos do continente e, então, foram esculpidas por ondas e ventos. Primeiro formando cavernas, depois arcos e, por fim, grandes colunas.

À primeira vista é possível ver 7 estruturas rochosas a oeste, com outras duas visíveis no nível da praia. Quem deseja uma experiência realmente inesquecível a sugestão é reservar um passeio de helicóptero para apreciar completamente a beleza e a grandeza dos 12 Apóstolos vista de cima.

Quando ir

Devido à sua extensão territorial, é possível visitar a Austrália durante o ano todo. Recomenda-se evitar a região deserta do país nos meses de verão devido às altas temperaturas. O inverno no sul do país é bastante rigoroso – o que pode ser vantajoso para quem deseja, em uma única visita, conhecer as praias australianas, o deserto e as pistas de esqui.

É normal ocorrerem tempestades tropicais no nordeste do país nos meses de verão. E se você está planejando uma viagem entre outubro e maio, fique atento à sinalização nas praias devido às águas vivas. Caso sinta-se mais seguro, é possível alugar roupa de lycra específica para mergulho (algumas empresas de mergulho inclusive oferecem junto com os equipamentos).

Clima na Austrália

A Austrália está localizada na Oceania, no hemisfério sul, o que torna as temperaturas muito semelhantes às do Brasil. O clima é bastante favorável, com muitos dias ensolarados e verões bem quentes.

O clima da Austrália é influenciado por correntes oceânicas, incluindo a El Niño, que está correlacionado com a seca periódica e o sistema de pressão tropical que produz ciclones no norte da Austrália. O resultado é a variação anual nos níveis pluviais.

Cerca de ¾ da Austrália é considerada área desértica ou zona semiárida. O sudoeste de Western Australia tem um clima mediterrâneo bastante agradável, enquanto que grande parte do sudeste, incluindo a Tasmânia, é temperado.