África do Sul

A África do Sul é um destino turístico que oferece uma experiência de viagem única, inesquecível, que você não terá em nenhum outro lugar do mundo: paisagens fabulosas, um misto de culturas africanas, europeias e orientais, trens cortando a savana ou ladeando a costa, minas de ouro e de diamantes, jipes percorrendo enormes parques nacionais em meio a bandos de animais selvagens, altivos guerreiros zulus com suas lanças.

Para quem não quer saber só de natureza, os locais históricos, as manifestações culturais e a vida cosmopolita da Cidade do Cabo (sem falar nos bons vinhos de produção local) completam o rol de atrações turísticas da África do Sul. Johanesburgo é uma cidade menos interessante para se fazer turismo, mas é base de partida para visitar parques nacionais. Mesmo nos chamados parques nacionais de vida selvagem há uma infraestrutura de hospedagem satisfatória, às vezes em bangalôs.

A principal língua nos centros urbanos é o inglês; outra herança dos colonizadores é o africâner, derivado do holandês, e diversos idiomas nativos são também oficiais. A grande maioria da população pertence ao povo nguni, mas há no país outros povos nativos, bem como descendentes de ingleses, holandeses, indianos e malaios. Os Ndebele, conhecidos pela beleza de seu artesanato e de suas casas coloridas, são um dos povos sul-africanos que têm idioma e identidade cultural próprias.

Quando ir

As estações do ano poderão condicionar o tipo de atividade que pretende fazer na África do Sul. O inverno (junho a setembro) é mais frio e também mais seco, pelo que é ideal para caminhadas e atividades ao ar livre, assim como para apreciar a vida selvagem e fazer safaris. A primavera (meados de setembro a novembro) é a melhor altura para visitar as vastas planícies da região de Northern Cape atapetadas de flores silvestres.

O que fazer

Programas ao ar livre na Cidade do Cabo, Safári no Parque Nacional Kruger, Aproveitar a noite de Long Street, Os pontos turísticos de Joanesburgo, Mergulho com um tubarão-branco, O clima praiano de Durban, As paisagens naturais de Nelspruit, As diversas opções de Porto Elizabeth, Para um passeio histórico em Pretória e Passeios de balão em Rustemburgo.

Dinheiro

O câmbio é mais ou menos 1 real (BRL) pra 4 rands (ZAR) – valores reais no XE. Algumas lojas de câmbio vendem rands no Brasil, mas é claro que o preço será bem mais caro. Aceita-se facilmente cartão de crédito internacional em restaurantes, lojas, shoppings, etc. Dólar e Euro não são aceitos nos estabelecimentos.

Comida

As porções em restaurantes são generosas, e a comida é bem internacional. Filé com purê de batatas, pastas, frango, peixes, etc. Também existem muitas opções vegetarianas. Você não passará perrengue. Para comer comida típica, é preciso ir em um restaurante africano. Em restaurantes, geralmente precisa-se fazer reserva de mesa, ligue com algumas horas de antecedência, e se for um restaurante muito concorrido, com alguns dias de antecedência.

Seguro de Viagem

Não é obrigatório para entrar na África do Sul. No entanto, é sempre bom viajar assegurado.